Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

A Hospitalidade no TBC

⁣A hospitalidade no TBC está intrisicamente ligada ao ato do bem acolher. Uma recepção acolhedora dura todo o tempo de permanência do turista na comunidade, e seu sucesso depende do envolvimento de todos os colaboradores em todo processo, desde o planejamento até a execução, pois pode ser um fator decisivo no fortalecimento da atividade.⠀

Segundo Currier, ser hospitaleiro dá prestígio e traz respeito do turista e da própria comunidade a quem está envolvido na atividade. É uma experiência de troca e vivência, que proporciona benefícios mútuo.⠀

Cada comunidade tem suas especificidades no tratamento visitante x anfitrião , qualidade nos serviços, e roteiros que representam o modo de vida e o cotidiano. E é a sua humanização que a diferencia da hospitalidade comum e hotelaria tradicional, da qual muitos já conhecem, pois está focada em uma relação autêntica, sem apelos comerciais e sem engessamento.⠀



Os tipos de hospedagem normalmente são:⠀

• hospedaria domiciliar (quartos individuais ou coletivos)⠀
• galpões de hospedagem (geralmente em comunidades que recebem muitos grupos de pesquisa)⠀
• acampamento (comum em comunidades caiçaras)⠀
• pequenas pousadas (sempre gerenciadas por moradores)⠀

O que de fato precisa ficar claro para quem visita, é que o status e os recursos de uma comunidade não são os mesmos de uma rede hoteleira comum, mas que ao ser abrigado calorosamente, alimentado em família com a comunidade, e entertido com toda a cultura oferecida no destino, o turista estará sujeito a uma experiência turística baseada em imersão e troca, e por isso não será apenas uma simples e comum hospedagem.⠀

Há valor nisso! 😊⠀
Você consegue perceber?⠀

Agora queremos saber… Em que comunidade você já se hospedou e como foi a experiência?

 

Texto: Jeisiane Rosa
Imagem: Nathalia Segato
Arte: Lohraynne Fernandes

Leave a comment

Best Choice for Creatives

This Pop-up Is Included in the Theme

Purchase Now